Ode à Dama da Noite

Quando beijas minha pele
Oh musa de meu espírito livre!
Entro em nirvana, cachoeira de gozo,
Ejaculo palavras em frenesi esquizofrênico.
Uivando a ti versos astrais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário